• Prev Chapter
  • Background
    Font family
    Font size
    Line hieght
    Full frame
    No line breaks

Capítulo 1500

Capítulo 1500

O carro parou fora do condomínio Porto Estrela de Sol, e antes mesmo de entrarem, Olivia pediu a Rodrigo estacionar o carro.

“É só me deixar aqui, obrigada.” Olivia abriu a porta do carro e desceu.

Ela não estava de bom humor e ainda estava imersa na tristeza pela morte de Sergio.

Após um rápido agradecimento, Olivia, com o coração pesado, caminhou em direção ao condomínio.

De repente, um homem saiu do lado da lata de lixo, apresentando–se de forma sinistra.

Ela correu até Olivia, agarrou seu ombro e, com um movimento rápido, colocou uma faca pequena contra o pescoço de Olivia.

Suas ações foram tão rápidas que Olivia mal teve tempo de reagir.

Quando Olivia percebeu, a lâmina já estava pressionada contra seu pescoço, ameaçando cortá–la com o mínimo movimento.

Olivia sentiu claramente o toque frio do metal pressionando a pele de seu pescoço, e seu coração frustrado foi instantaneamente ocupado pelo pânico.

“Quem é você? O que quer?” Olivia perguntou, assustada.

“Olivia, sua desgraçada, por que você ainda não morreu depois de três anos? Por sua causa, perdi meus pais e me tornei uma mendiga! E mesmo assim, você quer me tirar os cinquenta mil reais que estavam quase nas minhas mãos!” A mulher segurando Olivia falou com ódio, sua respiração era pesada e sua mão tremia de raiva.

Olivia ficou chocada. A voz era inconfundível, era Wilma Dias! novelbin

A mesma Wilma que havia fingido um acidente diante do carro de Catarina, exigindo cinquenta mil reais!

Wilma virou mendiga!

No calor do momento, Wilma pressionou demais a faca, cortando a pele do pescoço de Olivia, que sentiu uma der aguda.

Olivia ficou rígida, inclinando–se para trás, tentando se afastar da lâmina, e disse rapidamente: “Wilma, se acalme, eu te dou os cinquenta mil reais agora mesmo.”

D

“Olivia!” Rodrigo saiu do carro e correu em direção a elas, gritando preocupado.

Ele viu alguém sair correndo de perto da lixeira e agarrar Olivia. Quis intervir, mas a pessoa foi rápida demais. Quando percebeu o perigo, a faca já estava no pescoço de Olivia.

Ao perceber a situação, Rodrigo parou, levantou as mãos em sinal de rendição e começou a negociar com Wilma, respirando com dificuldade: “Não se desespere, se você a soltar, eu te dou duzentos mil reais.”

Wilma ficou atordoada por um momento e então riu loucamente. A risada encheu o espaço, ecoou e foi extremamente estranha. “Então a vida dela vale tanto assim? Vocês ricos são todos mesquinhos, acham que podem salvar uma vida com apenas duzentos mil reais! Façamos o seguinte, dez milhões! Ou eu a mato agora!”

Wilma falava com um ódio gélido.

Durante esses três anos, ela viveu como se fosse menos que um animal, sem saber quando tèria a próxima refeição, sofrendo com a fome.

Várias vezes ela quase morreu de fome. A sensação de estar à beira da morte era insuportável, e ela não queria mais passar por aquilo.𝓃𝓿.

Read latest chapters at 𝙛𝙬𝒏𝒗. Only